Laser em Odontologia

O laser de baixa potência é uma fonte de luz que confere propriedades terapêuticas, como ação analgésica, anti-inflamatória e ação biomoduladora.

Esta tecnologia vem sendo largamente estudada e aplicada com sucesso na Odontologia, como coadjuvante ao tratamento odontológico convencional, trazendo diversas vantagens ao paciente.

Conheça alguma delas:

1)    Ação analgésica, ou seja, alívio da dor: pré e pós-operatório, trismo (dificuldade de abertura bucal), dores de origem pulpar, musculares, articulares (ATM);

2)    Ortodontia: alívio da dor durante a movimentação ortodôntica e para estimular e acelerar o processo de neoformação óssea;

3)    Implantodontia: acelera a reparação óssea e gengival após a colocação dos implantes;

4)    Cirurgias bucais: alívio da dor, ação anti-inflamatória e reparadora nos tecidos operados, parestesias, pós extração de dentes do ciso;

5)    Dentística e estética bucal: controle  da sensibilidade dentinária; alívio da sensibilidade pós-clareamento dental; desinfecção de cavidades com o uso da PDT (terapia fotodinâmica);

6)    Lesões estomatológicas:
i)    Herpes labial: diminui o ciclo patogênico e aumenta os intervalos  do aparecimento de um novo surto;
ii)     Aftas: alívio da dor e cicatrização acelerada;
iii)    Mucosite oral: que se caracteriza pela complicação mais comum que acometem pacientes que estão sob  tratamento radioterápico e quimioterápico. Caracteriza-se por uma inflamação acentuada e extremamente dolorosa em toda a mucosa bucal, impossibilitando assim que o paciente possa alimentar-se. A laserterapia proporciona alívio imediato da dor e cicatrização acelerada das úlceras bucais;
iv)    Paralisia facial, nevralgia do nervo trigêmio;

7)    Hipossalivação: usado para o aumento do fluxo salivar. E para a diminuição da sensação de boca seca (xerostomia), sendo um importante aliado no tratamento da Halitose.

8)    Terapia fotodinâmica (PDT): ação antimicrobiana em diversos processos infecciosos que acometem a cavidade bucal (desinfecção de canais radiculares, abscessos dento-alveolares, doenças fúngicas, e outras). A grande vantagem do uso da PDT é exatamente a não utilização da antibioticoterapia, na grande maioria dos casos. O uso indiscriminado dos antibióticos tem gerado grande resistência microbiana e efeitos sistêmicos indesejados.

Não deixe de usufruir desta tecnologia que vem trazer conforto ao seu tratamento odontológico e benefícios, cientificamente comprovados, à sua saúde.

Agende uma consulta para conhecer a Laserterapia.

Entre em contato conosco e faça um
agendamento de sua consulta

FALE CONOSCO PELO WHATSAPP

Avalie a sua probabilidade
em ter Mau Hálito

FAÇA O TESTE E DESCUBRA

RECEBA OS DETALHES, ETAPAS E VALORES DO TRATAMENTO

Saiba O Que Nossos Pacientes Dizem Sobre Nós

RENASCI!!!!Chamo-me R. H., tenho 21 anos, sou estudante finalista de Relações Internacionais.Descobri que tinha halitose na pre-adolescencia(10 anos) quando num certo dia parei para pensar porque eh que os meu colegas tratavam-me mal e rejeitavam-me. Foi ai que apercebi-me que ja tinha ouvido com alguns amigos e colegas algumas gracinhas relativo a minha boca, porem nunca...
Meu nome é S.A.S. e tenho 49 anos.Com o tratamento, hoje me sinto segura. Para ter uma idéia como o tratamento foi importante para minha vida, só posso dizer que com 49 anos nunca tinha me relacionado e nem beijado ninguém, tamanho o complexo que eu tinha por conta do mau hálito. Hoje estou namorando e me...
Meu nome é K. S. F. e tenho 18 anos.Por mais de cinco anos eu sofri com o mau hálito. Para tentar disfarçar a situação eu usava balas, chicletes, enxaguatórios bucais e costumava escovar os dentes e usar o fio dental quatro vezes por dia, porém o mau hálito continuava. Cheguei a me consultar com...
Meu nome é C. X. R. Tenho 61 anos e sou farmacêutico. Por mais de vinte anos convivi com o mau hálito. Sempre me senti muito incomodado com esse problema. Até mesmo diante da minha esposa me sentia constrangido e não tinha coragem de conversar sobre esse problema com ela. Eu não falava próximo às pessoas e...
Meu nome é E.B.S. e tenho 45 anos.Como se trata de um "assunto constrangedor", eu encontrei pessoas que me deixaram bastante à vontade, agindo com bastante naturalidade, desde o atendimento da telefonista ao dentista.Tenho 45 anos, e como toda mulher sou vaidosa, descobri que estava com problemas de halitose a mais ou menos 10 anos...
Meu nome é, J. R. M.Tenho 39 anos, e sou Supervisor de Manutenção.Há muitos anos, sabia que tinha halitose, cheguei a me consultar com um Dentista e um Gastroenterologista, em busca do tratamento, mas sem resultado satisfatório. Eu não tinha conhecimento que havia especialistas para o tratamento de halitose, por isso, ao ver o...
Meu nome é, J. R. M., tenho 39 anos, e sou Supervisor de Manutenção.Há muitos anos, sabia que tinha halitose, cheguei a me consultar com um Dentista e um Gastroenterologista, em busca do tratamento, mas sem resultado satisfatório. Eu não tinha conhecimento que havia especialistas para o tratamento de halitose, por isso, ao ver o...
Meu nome é F. S. P., tenho 41 anos e sou Gerente Administrativo em uma conceituada empresa.Há cerca de três anos notei que estava com halitose, porém não sabia ao certo a que profissional recorrer, por isso fui obrigado a conviver com esse incômodo por um longo tempo. Foi quando li um anúncio em uma revista que...
LEIA CENTENAS DE DEPOIMENTOS