Boca Amarga

Atendemos tanto pacientes com queixa em ter mau hálito e de boca amarga, como pacientes apenas com a queixa de boca amarga.

É comum recebermos pacientes que afirmam ser portadores de mau hálito devido a um gosto “diferente” que sentem na boca. E quando questionados como poderia ser caracterizado esse gosto, a maioria deles define esse gosto como amargo.

Existem algumas causas frequentes para a presença desse gosto amargo como, por exemplo, a presença de saburra lingual, que o paciente tem dificuldade em higienizar adequadamente, a alteração do fluxo salivar, a ingestão de determinados tipos de medicamentos, o estresse, o jejum prolongado e até mesmo deficiência vitamínica ou de oligoelementos no organismo.

Essas são as causas mais comuns, responsáveis pela grande maioria dos casos. Porém, esse é um assunto de muito interesse para os pesquisadores e infelizmente ainda não completamente entendido. Por isso, para o diagnóstico correto dessa queixa, é necessária uma avaliação detalhada realizada por um profissional qualificado.

Durante a avaliação é importante que sejam passadas ao paciente informações a respeito do paladar e olfato, para que ele se sinta seguro com a ideia de que a relação da boca amarga com o mau hálito nem sempre é estabelecida. Ou seja, a boca amarga não significa necessariamente a alteração do hálito.

Existem algumas pessoas que possuem um gosto amargo constante na boca, esse sintoma é considerado um distúrbio senso-perceptivo,

chamado de disgeusia. Esse distúrbio é raro e caracterizado pela presença de gosto desagradável constante, sem estímulo gustatório.

Se o paciente tiver tanto a queixa em ter mau hálito como também a alteração de paladar, na Clínica Halitus oferecemos como cortesia o tratamento da boca amarga enquanto durar o tratamento da halitose. Em cerca de 99% dos casos a queixa de alteração de paladar é resolvida com o tratamento da halitose.

E nesses 1% de casos restantes, uma investigação mais detalhada será necessária, que poderá ser realizada após o paciente ter alta no tratamento da halitose, se o paciente assim desejar, com custo pago à parte.

Raramente, esta alteração senso perceptiva (de paladar alterado) pode revelar os primeiros sintomas de doenças sistêmicas como, por exemplo, diabetes, anemia, desordens neurológicas ou outras causas, que embora sejam raras, necessitam ser investigadas e tratadas, ou encaminhadas para o tratamento adequado com o especialista correspondente.

Entre em contato conosco e faça um
agendamento de sua consulta

FALE CONOSCO PELO WHATSAPP

Avalie a sua probabilidade
em ter Mau Hálito

FAÇA O TESTE E DESCUBRA

RECEBA OS DETALHES, ETAPAS E VALORES DO TRATAMENTO

Saiba O Que Nossos Pacientes Dizem Sobre Nós

RENASCI!!!!Chamo-me R. H., tenho 21 anos, sou estudante finalista de Relações Internacionais.Descobri que tinha halitose na pre-adolescencia(10 anos) quando num certo dia parei para pensar porque eh que os meu colegas tratavam-me mal e rejeitavam-me. Foi ai que apercebi-me que ja tinha ouvido com alguns amigos e colegas algumas gracinhas relativo a minha boca, porem nunca...
Meu nome é S.A.S. e tenho 49 anos.Com o tratamento, hoje me sinto segura. Para ter uma idéia como o tratamento foi importante para minha vida, só posso dizer que com 49 anos nunca tinha me relacionado e nem beijado ninguém, tamanho o complexo que eu tinha por conta do mau hálito. Hoje estou namorando e me...
Meu nome é K. S. F. e tenho 18 anos.Por mais de cinco anos eu sofri com o mau hálito. Para tentar disfarçar a situação eu usava balas, chicletes, enxaguatórios bucais e costumava escovar os dentes e usar o fio dental quatro vezes por dia, porém o mau hálito continuava. Cheguei a me consultar com...
Meu nome é C. X. R. Tenho 61 anos e sou farmacêutico. Por mais de vinte anos convivi com o mau hálito. Sempre me senti muito incomodado com esse problema. Até mesmo diante da minha esposa me sentia constrangido e não tinha coragem de conversar sobre esse problema com ela. Eu não falava próximo às pessoas e...
Meu nome é E.B.S. e tenho 45 anos.Como se trata de um "assunto constrangedor", eu encontrei pessoas que me deixaram bastante à vontade, agindo com bastante naturalidade, desde o atendimento da telefonista ao dentista.Tenho 45 anos, e como toda mulher sou vaidosa, descobri que estava com problemas de halitose a mais ou menos 10 anos...
Meu nome é, J. R. M.Tenho 39 anos, e sou Supervisor de Manutenção.Há muitos anos, sabia que tinha halitose, cheguei a me consultar com um Dentista e um Gastroenterologista, em busca do tratamento, mas sem resultado satisfatório. Eu não tinha conhecimento que havia especialistas para o tratamento de halitose, por isso, ao ver o...
Meu nome é, J. R. M., tenho 39 anos, e sou Supervisor de Manutenção.Há muitos anos, sabia que tinha halitose, cheguei a me consultar com um Dentista e um Gastroenterologista, em busca do tratamento, mas sem resultado satisfatório. Eu não tinha conhecimento que havia especialistas para o tratamento de halitose, por isso, ao ver o...
Meu nome é F. S. P., tenho 41 anos e sou Gerente Administrativo em uma conceituada empresa.Há cerca de três anos notei que estava com halitose, porém não sabia ao certo a que profissional recorrer, por isso fui obrigado a conviver com esse incômodo por um longo tempo. Foi quando li um anúncio em uma revista que...
LEIA CENTENAS DE DEPOIMENTOS