Campinas   (19) 3029-9657 Whatsapp São Paulo   (11) 5575-2192 Whatsapp

Receba Informações sobre a Halitose
e os Caminhos para Solucioná-la

OK
 

Revistas

  • Mau hálito pode prejudicar namoros e paqueras

    Revista Guia Vitrine - edição 65 - junho/julho/agosto-2011
    O mau hálito pode surgir repentinamente e prejudicar a vida íntima de um casal, pois inúmeros fatores podem desencadear a halitose, como a baixa produção de saliva devido ao stress excessivo, o ronco proveniente do ganho de peso, etc., afetando profundamente a qualidade de vida afetiva do casal.

    Leia mais

  • O Mau hálito está no ar...

    Revista Saúde - Agosto de 2010
    É raro encontrar alguém que levanta da cama com um hálito balsâmico. "O mau cheiro, nesse caso, é normal e se deve à redução da saliva durante o sono e ao jejum prolongado da madrugada", explica o dentista Maurício Duarte da Conceição, diretor da Clínica Halitus.

    Leia mais

  • Problema: mau hálito (Revista Vip - Agosto de 2010)

    Revista Vip - Agosto de 2010
    Causas: mais de 30% da população sofre de halitose. E cerca de 90% dos casos são provo­cados por problemas na boca. A maior respon­sável pelo bafo de onça tem um nome um tanto nojento: saburra lingual. "É uma placa bacteriana esbranquiçada ou amarelada que se forma principalmente na parte posterior da língua", diz o dentista Maurício Duarte da Con­ceição, da Clínica Halitus.

    Leia mais

  • Bafo da morte

    Revista Women's Health - Março de 2010
    Muitas vezes fica difícil perceber o próprio mau hálito, mas desconfie se as pessoas oferecerem balinha o tempo todo. Em 90% dos casos, a origem da halitose está na boca ou perto dela, na garganta. "Um dos tipos mais comuns é produzido pela saburra, placa bacteriana localizada na parte de trás da língua", diz Maurício Duarte da Conceição, da Clínica Halitus, em São Paulo.

    Leia mais

  • CIOSP 2010 - Palestra sobre Halitose

    Revista Dentistry - Fevereiro de 2010
    O Dr. Maurício Duarte da Conceição explicou que os dentistas devem ajudar seus pacientes a evitar a halitose, incluin­do o ensino sobre técnicas de escovação de língua.

    Leia mais

  • Limpos e saudáveis

    Revista Absoluta gente - Julho/Agosto de 2009
    EMBORA SEJA UM HÁBITO DIÁRIO, e pareça muito simples, pesquisa realizada pelo Ministério da Saúde aponta que cerca de 58% dos brasileiros não escovam os dentes de forma correta. "Um dos erros mais comuns é colocar muita pressão na escova, provocando desgaste nos dentes", conta Maurício Conceição.

    Leia mais

  • SOS corpitcho

    Revista Gloss - Abril de 2009
    Três em cada dez pessoas têm bafo. O problema pode ser provocado por mais de cinquenta fatores, mas em quase 95% dos casos a origem dele está na boca. A principal vilã é a saburra lingual, uma placa bacteriana branca, formada por restos de alimentos e de células descamadas, que fica na língua.

    Leia mais

  • Hálito Saudável e qualidade do Atendimento

    Revista Farma Cremer - Março de 2009
    Apresentar um bom hálito é além de uma questão de saúde, um fator decisivo na manutenção das relações humanas. Pessoas que apresentam essa disfunção podem sofrer de sérios prejuízos psicossociais. Os relatos demonstram que elas desenvolvem baixa estima, têm dificuldade de estabelecer amizades e relações amorosas, de sorrir, de falar em público e até baixo desempenho profissional, nos casos que é necessário o contato com outras pessoas.

    Leia mais

  • Mais que um cartão de visita

    Revista Santa Cruz - Março de 2009
    Quem não gosta de um sorriso branco e saudável? Exibir ou receber um sorriso largo e sincero é sem dúvida um diferencial nas relações humanas. Através do sorriso é possível demonstrar empatia e cordialidade, estabelecer relações afetivas, garantir um atendimento de qualidade, contribuir para a auto-estima do indivíduo e, como afirma o dito popular: "ter um ótimo cartão de visita"!

    Leia mais

  • Longe do mau hálito

    Revista Viva Saúde - Fevereiro de 2009
    Os estressados têm agora mais um motivo para se preocupar. Além do alto risco de sofrerem com problemas como hipertensão, gastrite, dor de cabeça, tensões musculares e até mesmo infarto, pesquisas recentes indicam que eles são fortes candidatos a terem mau hálito.

    Leia mais

  • Conseqüencias e soluções para o mau hálito

    Revista Aqui Vip - Outubro de 2008
    Geralmente, ao acordar, você sente aquele hálito nada agradável, não é mesmo? Mas imagine conviver com alguém com mau hálito o dia inteiro? Não deve ser fácil. E para a pessoa que tem também não.Muitas vezes, os amigos e familiares ficam sem jeito de contar à pessoa que ela tem mau hálito. Mas o ideal é que alguém de confiança avise sobre o odor desagradável para que ela possa procurar o tratamento adequado.

    Leia mais

  • Hálito prejudicado

    Revista Absoluta - Julho de 2007
    A repulsa por odores desagradáveis é comum ao comportamento humano e levou a criação de costumes e hábitos de higiene, como o ato de escovar os dentes e tomar banho. Alguns desses odores não são facilmente percebidos pela própria pessoa e podem levar a uma disfunção das relações sociais, como ocorre com a halitose. O mau hálito não é uma doença, mas, sim, um sintoma de que algo no organismo está em desequilíbrio, precisa ser identificado e tratado.

    Leia mais

  • Terror Invisível

    Revista Witch - Fevereiro de 2006
    Conviver com o mau hálito não é muito diferente. Mas tem um agravante: na maioria das vezes, quem tem bafo não percebe. Mas como é possível? Como alguém pode ter mau hálito e não se dar conta disso? Acontece que o nariz se acostuma com os cheiros que o próprio corpo produz. Por isso, a pessoa não percebe. E quem está por perto só tem duas opções: tapar o nariz e sofrer calado ou tomar coragem e avisar.

    Leia mais

  • Mau Hálito tem jeito

    Revista Saúde - Outubro de 2005
    No entanto, há casos em que são as glândulas salivares que precisam de estímulo. "Em geral aliam-se medicações e sialogogos mecânicos, bolinhas de silicone que devem ser mascadas por dez minutos seis vezes ao dia", diz o dentista Maurício Duarte, da Clínica Halitus, em Campinas, no interior paulista.

    Leia mais

  • Dê um fim ao mau hálito

    Revista Malu - Outubro de 2005
    Quando você está estressada, pode haver uma ativação anormal das glândulas supra-renais, que passam a produzir mais hormônios que, por sua vez, diminuem a quantidade de saliva na boca. Resultado? Mau hálito. Por isso, até para não afastar quem está por perto com um hálito de leão, é bom aprender a controlar o estresse.

    Leia mais

  • CHEGA DE BAFÃO

    Revista VIP - Abril de 2005
    Muitos médicos ainda acham que o problema vem do estômago e partem para endoscopia ou cirurgia de estômago (às vezes rola até extração de dentes ou das amígdalas, ui!). "Mais de 90% dos casos de mau hálito têm origem na boca", diz o cirurgião dentista Maurício Duarte da Conceição, da Clínica Hálitus.

    Leia mais

  • Simplesmente constrangedor

    Revista Seleções - Janeiro de 2005
    "E, em alguns casos, a halitose contamina o ambiente." O mau hálito também pode ser gerado por estresse e tem como consequência a baixa auto-estima.

    Leia mais

  • Um frescor para o seu hálito

    Revista Viva Saúde - Dezembro de 2004
    Existem aproximadamente 50 motivos para o mau hálito, sendo que mais de 90% têm origem na boca. As principais são as placas bacterianas, alojadas nas amígdalas e na superfície da língua (chamada saburra lingual) e, ainda, a má higiene bucal. Doenças gengivais e baixa produção de saliva também são outras causas de mau hálito e podem ter início no stress e até no uso de medicamentos.

    Leia mais

  • Hálito Puro é sonho?

    Revista Dieta & Saúde - Dezembro de 2004
    O tratamento, segundo o dentista Maurício Duarte da Conceição (SP), varia em cada caso.“A higienização correta da língua resolve muitas vezes, como também pode ser necessário combater o estresse, a xerostomia ou até fazer orientação dietética.”

    Leia mais

  • Dê um basta no mau hálito

    Revista Família Cristã - Novembro de 2004
    Tudo começa quando a pessoa se sente excluída ou percebe que os outros se afastam tão logo ela ouse abrir a boca. A dificuldade de relacionamento social é apenas um dos problemas enfrentados pelos portadores de halitose - popularmente conhecida como mau hálito, um problema que aflige mais de 50 milhões de brasileiros que, por falta de informação ou preconceito, não buscam tratamento adequado.

    Leia mais

  • Para Falar Bem de Perto

    Revista Marie Claire - Julho de 2004
    Quase ninguém tem bom hálito quando acorda. Durante o sono, a salivação diminui e a atividade bacteriana tende a crescer. "Além disso, a pessoa passa a madrugada sem comer, e o jejum prolongado também provoca o problema", explica o dentista Maurício Duarte da Conceição, de Campinas, presidente da Associação Brasileira de Estudos e Pesquisas dos Odores da Boca (Abpo).

    Leia mais

  • Por que o alho deixa bafo?

    Revista Saúde - Abril de 2004
    Sempre quis saber... Por que o alho deixa bafo?

    Leia mais

  • Mau hálito, eu?

    Revista Saúde - Dezembro de 2003
    Muitos dos que sofrem de halitose não a percebem. Isso acontece por causa de um fenômeno chamado fadiga do epitélio olfatório, região sensível na mucosa nasal. De tanto sentir determinado cheiro, bom ou ruim, nossos nervos olfativos se acostumam a ele. Mas existem algumas maneiras de checar se você tem ou não o problema.

    Leia mais

  • Halitose: um mal que pode ser combatido

    Revista Informecoop - Novembro de 2003
    Apesar das pessoas relacionarem o mau hálito a doenças estomacais, especialistas afirmam que 90% dos casos provêm de problemas orais. A boa notícia é que o tratamento pode ser rápido e eliminar completamente os sintomas.

    Leia mais

  • Pergunte ao Guia

    Revista Veja - Abril de 2003
    Uma clínica paulista especializada em hálito (www.clinicahalitus.com.br) oferece um serviço original: envia gratuitamente um gentilíssimo e-mail à pessoa que você indicar, avisando-a do problema, orientando sobre possíveis causas e sugerindo tratamento.

    Leia mais

  • Mau Hálito ? Isola !

    Revista Plástica & Beleza - Setembro de 2002
    Quem tem mau hálito, muitas vezes, afasta-se da família, dos amigos e até prejudica seus desempenhos afetivo e profissional. O pior é que algumas pessoas nem sabem que têm o problema.

    Leia mais

  • Bafo de Leão ...

    Revista Leveza e Bem Estar Magazine - Janeiro de 2002
    A saúde começa pela boca. Essa frase reflete a mais pura verdade, pois não adianta nada ter um corpo malhado, um aspecto saudável e, quando abrir a boca ...um hálito insuportável.

    Leia mais

  • Como se livrar do mau hálito

    Revista Plástica e Beleza - Nº 20 ano II
    É muito comum ter halitose. Muitas pessoas não sabem o que fazer ou que profissional procurar. Outras nem sabem que estão com o problema. Avisar alguém que está com mau hálito não é nada agradável. Por isso a Halitus criou um serviço especial: se você quiser ajudar um amigo que tenha halitose, basta preencher um cadastro no site na Internet (a sua identidade será mantida em total sigilo). Em breve, de uma maneira ética e profissional, os responsáveis pelo tratamento entram em contato por carta ou e-mail, ajudando-o a se livrar do problema.

    Leia mais

  • Mau hálito (Halitose) ! Eu ?

    Revista Plástica & Beleza - Nº 22 / 2001
    Quase 40% da população brasileira sofre de halitose crônica. Apesar de a incidência ser tão elevada, o assunto ainda é tratado com muito preconceito e restrições. O cirurgião-dentista Maurício Duarte da Conceição esclarece dúvidas que podem ajudar você a conhecer melhor o problema.

    Leia mais

  • Solução para o mau hálito

    Revista Criativa - Outubro de 2000
    Causa de situações constrangedoras e perda da auto-estima, a halitose é distúrbio comum que pode ser resolvido com medidas simples. Todos conhecemos alguém que seja portador de mau hálito, com quem não seja possível estabelecer um diálogo a menos de um metro de distância.

    Leia mais

  • Essencial

    Revista Pense Leve - Setembro de 2000 - Número 100
    Uma das principais causas da halitose, popularmente conhecida como mau hálito, é a xerostomia (diminuição da quantidade de saliva), que pode ocorrer por fatores como o uso de medicamentos e algumas doenças, como a hipoglicemia. Essa redução salivar favorece a formação de uma placa bacteriana sobre a língua, chamada saburra lingual.

    Leia mais

  • Mau Hálito ( Número 35)

    Revista Alô Mulher - Setembro de 2000
    Existem mais de 50 causas para a halitose, o popularmente conhecido mau hálito. Aproximadamente 90% dos casos têm origem bucal, sendo que, se for detectado algum problema de competência médica, o paciente é encaminhado ao especialista correspondente. Uma das principais causas da halitose é a xerostomia (diminuição da quantidade de saliva), ocasionada por inúmeros fatores, como remédios que a pessoa possa estar tomando que podem diminuir a salivação, estresse ou certas doenças.

    Leia mais

  • Quando o hortelã não resolve.

    Revista do Jornal Correio Popular - Setembro de 2000
    Ter mau hálito ao acordar é normal, tanto por causa da hipoglicemia causada pelo jejum durante o sono, como pela xerostomia observada durante o período de repouso. O mau hálito, no entanto, deve desaparecer logo após a ingestão do café da manhã e a escovação dos dentes. Quando persiste, indica que algo está em desequilíbrio no organismo.

    Leia mais

  • Mau hálito? Isola! (Setembro de 2000)

    Revista Nova Beleza - Setembro de 2000
    Aquele bonitão finalmente marcou um encontro com você? De nada adianta caprichar na maquiagem, no cabelo e nas roupas se o seu hálito estiver ruim - não há romance que resista a esse desastre!

    Leia mais

  • Mau Hálito (Setembro de 2000)

    Revista Via Vale - Setembro de 2000
    Tanto para homens como para mulheres, ter bom hálito é essencial. Quatro em cada dez brasileiros sofrem de halitose, podendo influenciar na vida pessoal e profissional da pessoa. Se considerasse-mos o hálito desagradável ao acordar, praticamente 100% da população seria portadora desse sinto-ma. Por isso, o hálito da manhã é considerado fisiológico.

    Leia mais

  • Hálito Puro

    Revista Check - Up - Maio de 2000
    Higienizar corretamente os dentes, tratar problemas de cárie e periodontites e procurar se alimentar com intervalos menores que três horas são medidas para ficar com o hálito mais agradável.Comer em intervalos menores é bom para o hálito porque durante o jejum as reservas de açúcar do organismo são consumidas.

    Leia mais

  • Muita gente tem bafo e não percebe...

    Revista Saúde - Dezembro de 1999
    "Em poucas semanas,eu me curei de um mau hálito que me perseguia nos últimos dez anos", relata M.A.M., uma professora aposentada de 59 anos que vive em Campinas, no interior de São Paulo. Ela era uma exceção, porque sabia que tinha o problema. Normalmente, o cérebro se acostuma com os odores exalados pelo organismo e os ignora.

    Leia mais

  • Uma questão de pele

    Revista Coop - Novembro de 1999
    Este problema, aparentemente simples, é um grande obstáculo na vida de quem o enfrenta. Pode gerar desde piadinhas de mau gosto a um verdadeiro isolamento social. O fato é que este inconveniente tem grandes chances de ser curado, desde que se use o tratamento adequado.

    Leia mais

  • Questão de hálito

    Revista do Jornal Correio Popular - Julho de 1999
    O mau hálito pode vir a ser motivo de gozação, de separação entre casais e até de mudança de comporta­mento nos relacionamentos pessoais, gerando o isolamento do convívio em grupo.

    Leia mais

Conheça nossos clientes e saiba o que eles pensam sobre a Clínica Halitus

Veja todos os depoimentos

Nossos endereços

São Paulo

São Paulo

Endereço

Rua Apeninos, 930 - Conjunto 42 - Metrô Paraíso


Como chegar

Desça na estação Paraíso do Metrô, pegue a saída da Rua Dr. Eduardo Amaro, vire a direita. Na próxima esquina vire à direita de novo; o prédio da Clínica fica no meio da quadra.

Resp. Téc.: Luciana Sassa Marocchio
CRO SP: 79.084

Veja o mapa

Campinas

Campinas

Endereço

Rua Avelino Silveira Franco, 149 - Bloco 2 - Sala 366 - Condomínio de Escritórios L'Oficce - Ville Sainte Helene


Como chegar

Estrada Campinas - Sousas; Av. Dr. Antônio Carlos Couto de Barros/Rodovia José Bonifácio Coutinho Nogueira, em frente ao Clube Cultura e à SANASA.

Resp. Téc.: Maurício Duarte da Conceição
CRO SP: 34.205

Veja o mapa

Whatsapp
Fale com a Clínica Halitus


São Paulo
+55 11 94764-2935

Campinas
+55 19 97404-1126