Campinas   (19) 3029-9657 Whatsapp São Paulo   (11) 5575-2192 Whatsapp

Receba Informações sobre a Halitose
e os Caminhos para Solucioná-la

OK
 

Livre-se do seu mau hálito

Quatro em cada dez brasileiros sofrem desse mal. Já existe até um serviço de clique-denúncia para o problema na Internet

É comum as pessoas acordarem pela manhã com um odor desagradável na boca, mas esse cheiro normalmente desaparece após tomar o café da manhã e fazer a escovação dos dentes. A preocupação deve surgir quando essa alteração persistir, caracterizando a halitose, ou seja, o mal hálito.

Pesquisas mostram que esse problema atinge quatro entre dez brasileiros. “O mau hálito é um sintoma e não uma doença.
Ele sinaliza que algo no organismo está em desequilibro e acaba trazendo um grande prejuízo no convívio social, afetando relacionamentos afetivos e profissionais”, explica o dentista Maurício Duarte da Conceição, presidente da Associação Brasileira de Estudos e Pesquisas dos Odores da Boca (ABPO).

De acordo com ele, em 90% dos casos, a halitose tem origem bucal, e é causada pelo tártaro, gengiva inflamada, periodontite (doença dos tecidos que envolvem a gengiva) e pela a diminuição da produção da saliva. Esta última é gerada principalmente pelo estresse e pela ingestão de certos medicamentos.

A diminuição de saliva bem como a respiração bucal, por ressecarem a boca e permitirem a descamação de células da mucosa oral, provocam a “saburra lingual”, uma placa esbranquiçada localizada no fundo da língua e também os “cáseos amigdalianos”, que são bolinhas ou flocos esbranquiçados ou amarelados, formados nas amígdalas, que provocam a alteração no odor bucal. Outros agravantes do problema são o cigarro e a bebida.

O tratamento varia de acordo com a causa e vai de mudanças nos hábitos alimentares e de higiene até o uso de medicamentos.

Clique-denúncia
Acessando o site da Associação Brasileira de Estudos e Pesquisas dos Odores da Boca -www.abpo.com.br - qualquer um pode denunciar alguém que tenha mau hálito. O denunciado será informando do problema por meio de um educado e discreto e-mail e o denunciante não será identificado.

Teste
1. Pergunte a uma pessoa em que você confie e peça que cheque seu hálito algumas vezes ao dia
2. Fale bem de pertinho com uma criança. Elas não mentem e, com certeza, vão falar se você estiver com mau hálito
3. Raspe a superfície da língua com o uso de uma gaze, cheire depois de alguns segundos e verifique o odor. Se verificar um cheiro não agradável você pode ter o problema
4. Lamba a parte de trás da sua mão, deixe secar por mais ou menos dez segundos e depois cheire. Se for notado odor, você pode ter o problema, pois os sais de enxofre da língua foram transferidos para a sua mão
 

Voltar

Conheça nossos clientes e saiba o que eles pensam sobre a Clínica Halitus

Veja todos os depoimentos

Nossos endereços

São Paulo

São Paulo

Endereço

Rua Apeninos, 930 - Conjunto 42 - Metrô Paraíso


Como chegar

Desça na estação Paraíso do Metrô, pegue a saída da Rua Dr. Eduardo Amaro, vire a direita. Na próxima esquina vire à direita de novo; o prédio da Clínica fica no meio da quadra.

Resp. Téc.: Luciana Sassa Marocchio
CRO SP: 79.084

Veja o mapa

Campinas

Campinas

Endereço

Rua Avelino Silveira Franco, 149 - Bloco 2 - Sala 366 - Condomínio de Escritórios L'Oficce - Ville Sainte Helene


Como chegar

Estrada Campinas - Sousas; Av. Dr. Antônio Carlos Couto de Barros/Rodovia José Bonifácio Coutinho Nogueira, em frente ao Clube Cultura e à SANASA.

Resp. Téc.: Maurício Duarte da Conceição
CRO SP: 34.205

Veja o mapa

Whatsapp
Fale com a Clínica Halitus


São Paulo
+55 11 94764-2935

Campinas
+55 19 97404-1126