Deve-se alertar um amigo ou colega de trabalho que tenha problemas de hálito? Qual a forma mais educada de avisá-lo?
Odair José dos Santos,
Belo Horizonte (MG)

Segundo a consultora de etiqueta Elisabeth Guirao, de São Paulo, só se deve avisar sobre o problema a quem seja muito íntimo e, mesmo assim, “com muito cuidado”. Ela sugere que se pergunte se a pessoa comeu alguma coisa forte naquele dia, o que poderia ter deixado um hálito característico. No ambiente de trabalho, onde a convivência pode se tornar insuportável, Elisabeth aconselha o envio de um e-mail delicado como forma de abordar o problema sem criar uma saia-justa. Uma clínica paulista especializada em hálito (www.clinicahalitus.com.br) oferece um serviço original: envia gratuitamente um gentilíssimo e-mail à pessoa que você indicar, avisando-a do problema, orientando sobre possíveis causas e sugerindo tratamento.

Envie sua dúvida, com nome e endereço, para [email protected]

VOLTAR